Vigilância em Saúde e Zeladoria Urbana realizam ação para descarte correto de pneus

Iniciativa visa reduzir os criadouros dos vetores da malária, chikungunya e dengue

0 64

Uma força-tarefa entre as Secretarias Municipais de Vigilância em Saúde (SMVS) e de Zeladoria Urbana (Semzur) reduz o acúmulo de pneus velhos espalhados na capital. A SMVS detectou, conforme pesquisas de campo e relatórios, que o aumento de criadouros para os vetores da malária, chikungunya e dengue está relacionado ao alto número de arcos de borracha abandonados – que acumulam água parada.

Os apontamentos da Vigilância em Saúde foram passados à Semzur, que, posteriormente, providenciou equipes para retirada dos pneus. “É a segunda carreta com cinco mil unidades retiradas por semana, em Macapá. Será uma ação rotineira e constante”, frisou o titular da Semzur, Helson Freitas.

O gestor da SMVS, Gilmar Domingues, reforçou que os esforços conjuntos visam a garantia da saúde da população. “É um trabalho fundamental e exigido pela nossa gestão. As pastas realizaram um levantamento com empreendedores que lidam com resíduos sólidos do grupo D, ou seja, os pneus. A gestão municipal dará um destino adequado aos objetos”.

Unidades serão levadas para São Paulo para trituração e transformadas em combustível para indústria de cimento | Foto: Luiz Felype Santos/PMM

Todos os pneus foram reunidos e organizados em um caminhão, na tarde desta terça-feira (17), na Avenida Ivaldo Veras, na Zona Sul da capital. A firma responsável pela coleta transportará os itens à cidade de São Paulo (SP) para trituração. As sobras serão entregues a uma terceira companhia, que transformará em combustível para indústria de cimento.

| Fotos: Luiz Felype Santos/PMM

- Advertisement -

Comentários
Carregando...