Programação musical encerra festividades de aniversário do Mercado Central de Macapá

Evento ocorreu no dia da criação do ex-Território Federal do Amapá. Mercado Central foi inaugurado no dia 13 de setembro de 1953 e foi um marco para a expansão comercial na capital. Espaço conserva tradições com a comercialização de alimentos e produtos

0 67

Nesta quarta-feira (13), uma programação musical realizada no centro de Macapá encerrou as festividades do aniversário de 70 anos do Mercado Central. Durante todo o dia, a Prefeitura Municipal promoveu intensa programação no local, com destaque para feira de artesanato, exposição de moedas antigas, homenagens aos pioneiros do empreendedorismo no Mercado, corte de sete metros de bolo e apresentação de artistas locais.

A noite, apresentaram-se: Grupo de Samba e Chorinho ‘Vou Vivendo; Grupo Pago 10; DJ DVD; Grupo Pagodelas; Kinzinho e Banda; e Taty Taylor. O ponto turístico é conhecido por comercializar iguarias, café da manhã, comidas típicas da região e, ainda, ser um lugar estratégico e de fácil localização.

Estas características tornam o Mercado Central um ambiente de encontro entre familiares e amigos, seja para degustação de alimentos e de uma cerveja gelada, compartilhar boas histórias, ou para recordar e dançar hits conhecidos do samba. Foi o caso do casal de professores, Terezinha Lobato e Sandoval Silva.

“Um evento fantástico que reúne toda a população para que a gente possa ter lazer, diversão e entretenimento para todos”, disse Lobato.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), Olavo Almeida, avaliou a programação. “Reunimos as maiores expressões musicais para realizar uma excelente festividade. O aniversário é do Mercado Central, mas quem ganha os parabéns são os munícipes”.

Equipes da Guarda Municipal foram responsáveis pela segurança do evento | Foto: Arthur Alves/PMM

Os empreendedores de alimentos também estiveram presentes para arrecadar dinheiro extra. Comidas na chapa, batata frita e bebidas foram algumas opções disponíveis ao público. O vendedor Paulo ‘Torto’ preparou tacacá e manifestou a expectativa para as vendas. “Foi uma felicidade participar dessa festa de aniversário e vender meu tacacá. Todos que compraram, gostaram e aprovaram”.

O vocalista do Grupo Vou Vivendo, Dom Eládio, afirmou que, ao se apresentar ao público no Mercado Central, mantém a memória viva de Lourinto do Bandolim. “Nosso conjunto foi criado por ele. Foi o precursor da história do Chorinho, no Amapá. A gente acompanha, continua e persiste na história do chorinho e no samba de raiz. O Lourinto acompanhou toda a história do Mercado Central, desde a fundação”.

programação da festa de aniversário do Mercado Central foi organizada pela Fumcult e Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur).

| Fotos: Arthur Alves/PMM

- Advertisement -

Comentários
Carregando...