Prefeitura de Macapá apresenta avanço na aplicação dos imunizantes da tríplice viral, febre amarela e varicela

Vacinação gera imunidade, além disso, busca a erradicação de doenças causadas por vírus e bactérias

0 56

Com objetivo de ampliar a cobertura vacinal da população, a Prefeitura de Macapá tem atuado com diversas estratégias que facilitam o acesso a imunizantes para todos os públicos. Campanhas e pontos itinerantes fazem parte do cronograma de atividades do município. O resultado é positivo e mostra avanço da tríplice viral, febre amarela e varicela.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), existem algumas vacinas essenciais para serem tomadas na infância. Algumas delas são: BCG, hepatite B, tetravalente, tríplice viral, febre amarela. Já os adultos devem manter em dia os imunizantes contra sarampo, caxumba, hepatite B, febre amarela e tétano.

Avanços 2022 e 2023

- Advertisement -

Tríplice viral

A tríplice viral é um imunizante capaz de nos proteger de 3 vírus: rubéola, sarampo e caxumba. É uma vacina de rotina e deve ser tomada por crianças, adolescentes e adultos.

Em (2022), 271 mil pessoas procuraram esse imunizante em Macapá. Já no ano seguinte, houve maior número de procura, foram 356 mil pessoas imunizadas contra os três vírus.

Febre amarela

A febre amarela é uma doença transmitida por picada de mosquito. A melhor forma de prevenção é a vacina, considerada de rotina e deve ser tomada ainda na infância.

Na cidade, houve um aumento na procura desse imunizante. No ano de (2022), foram vacinadas 195 mil pessoas. Em (2023), 253 mil pessoas tomaram o imunizante.  Aumento de 29% comparado com o ano anterior.

Varicela

A varicela, conhecida como catapora, é uma doença altamente contagiosa. Transmitida através de gotículas de saliva, secreções respiratórias ou através do líquido de bolhas que surgem na pele da pessoa contaminada. Em (2022), 202 mil pessoas foram imunizadas. Já em (2023), 267 mil vacinados.

Outras vacinas

Pneumo 10

O imunizante pneumo 10 é um dos responsáveis pela diminuição da mortalidade e hospitalização infantil. Essa vacina protege contra doenças como pneumonia, meningite, otite média aguda, sinusite e bacteremia.

No ano de (2022), aproximadamente 252 mil crianças foram vacinadas com o pneumo. Em (2023), 318 mil crianças imunizadas, que resulta em um aumento de 26%.

Hepatite A infantil

A hepatite A é uma doença que ataca o fígado. Normalmente, ela se apresenta de forma assintomática, mas na adolescência ela começa a mostrar sintomas.

Vacinação contra hepatite é indicada a partir dos 12 meses. Em (2022), 200 mil crianças foram imunizadas. Em (2023), esse número subiu para 292 mil crianças vacinadas.

Pólio oral bivalente

A poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil, é uma doença erradicada no Brasil. No entanto, a vacinação contra a doença ainda é recomendada. A primeira dose deve ser aplicada aos dois meses de vida.
Em (2022), cerca de 183 mil crianças foram imunizadas. Já em (2023), 268 mil. Aumento da procura do imunizante foi aproximadamente 45,32%.

Influenza

A campanha de vacinação contra influenza começou em Macapá no dia 13 de novembro. Imunizante está sendo ofertado para os grupos prioritários. A antecipação da campanha no norte é reflexo do inverno amazônico.

Até o momento, 26 mil pessoas já estão imunizadas. Campanha segue até fevereiro de 2024 em pontos itinerantes e nas UBSs da cidade.

Importância da vacinação

Vacinação gera imunidade, além disso, busca a erradicação de doenças causadas por vírus e bactérias

As vacinas são produzidas com os vírus e bactérias inativos. Assim, eles ajudam o sistema imunológico a criar uma defesa da doença sem realmente adoecer as pessoas.

Todas as vacinas são ofertadas gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para recebimento das doses é necessário apresentar documento com foto, cartão do SUS e cartão de vacina.

Confira mais fotos

Comentários
Carregando...