Mais de 70 mulheres extrativistas são beneficiadas com sistema de energia solar no Arquipélago do Bailique

Agenda no Bailique, na Costa Leste do Amapá, conta ainda com entrega de passarelas revitalizadas e anúncio de novas obras

0 46

Mulheres extrativistas da comunidade do Limão do Curuá, região ribeirinha amazônica localizada no distrito do Bailique, a cerca de 180 km da sede de Macapá, receberam importante ajuda da Prefeitura para que as atividades não sejam impactadas pela falta de energia. Nesta terça-feira (27), o prefeito Dr. Furlan fez a entrega de um sistema completo fotovoltaico de energia solar, capaz de suprir as necessidades da associação.

Esse sistema vai impactar diretamente em melhores condições de trabalho, ampliação da capacidade de produção, armazenamento e aumento coletivo da renda, visto que a principal fonte é a extração do óleo de sementes do Pracaxi – produto fitoterápico conhecido pelo poder antiofídico e de cicatrização, que vem recebendo notoriedade nas indústrias de fármacos e cosméticos. Os equipamentos têm capacidade para funcionar 24h liquidificadores, ventiladores, freezer, geladeira, bebedouro e lâmpadas de LED.

- Advertisement -

Mais de 70 mulheres integram a Associação de Mulheres Extrativistas do Limão do Curuá (Amelc). Juntas, elas produzem cerca de 2 mil litros de óleo por safra. A Prefeitura de Macapá entende que o material repassado a elas carrega valor agregado. Com sistema eficiente de energia, elas podem conquistar outros públicos mais exigentes e abrir novos mercados, contribuindo com o desenvolvimento social e econômico das trabalhadoras e da comunidade.

“O extrativismo é um dos caminhos para o Bailique e vocês estão dando exemplo para a gente, de que é possível estar aqui, empregando e dando qualidade de vida para os seus filhos. Essa entrega representa o apoio da Prefeitura dentro da Associação de Mulheres que produzem óleo de Pracaxi e espero que possa impulsionar muito mais o desenvolvimento do trabalho”, pontuou o prefeito Dr. Furlan.

Segundo as associadas, essa é a primeira vez que a associação recebe uma estrutura completa de energia solar. Era uma necessidade antiga.

“Estamos na luta desde 2003 e essa é a primeira vez que a gente recebe um material desse. A necessidade do sistema solar era grande. Agora vamos poder aumentar nossa produção e gerar mais renda”, garantiu Claudiane Barbosa, presidente da Amelc.

A prefeitura também garantiu a instalação de todo o sistema, serviço feito pela Companhia de Iluminação Pública, Energia Sustentável e Saneamento do Município de Macapá (Cipemac). A aquisição dos equipamentos foi possível através de emenda do Senador Randolfe Rodrigues e contrapartida do Município. Um investimento total de R$ 125 mil.

O Sistema Fotovoltaico também foi inaugurado na Unidade Básica de Saúde (UBS) Manoelzinho, atendendo a sala de vacina, enfermagem e outros espaços.

Outras entregas

Além desse compromisso com as mulheres do Limão do Curuá, a gestão está no Bailique para fazer entregas de passarelas e anunciar novas obras.

Seguindo agenda, Dr. Furlan entregou obras de mobilidade urbana nas vilas Macedônia, Freguesia, Marinheiro de Fora e Vila Progresso. São passarelas novas e seguras aos moradores.

“São mais de 12 anos esperando pela revitalização da nossa passarela. Isso representa dignidade e qualidade de vida para o povo, visto que já não tinha mais como passar pela antiga ponte e andávamos na lama”, comentou o professor e morador da comunidade Freguesia, Edivaldo Pereira.

Nesta quarta-feira (28) a comitiva municipal vai até a Comunidade Maranata, onde serão entregues as passarelas: Maranata, Bom Amigo, Monte Carlo, Filadélfia, Equador, Marrequinha e Santo Antônio.

Ao todo, a Prefeitura de Macapá já entregou 8.639 metros de passarelas no Arquipélago do Bailique.

Comentários
Carregando...