Guarda Civil de Macapá inicia rondas para promover operação ‘Pipa sem cerol, brincadeira consciente’

Além da cidade a fiscalização se estenderá durante todo o mês de julho nos balneários e bairros da capital

0 68

Com o início das férias escolares há um aumenta considerável de jovens empinando pipas na cidade. A brincadeira já se tornou tradição, mas é importante que a prática seja realizada com responsabilidade.

Para garantir a segurança de todos nesse período, a Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM) iniciou a ação “Pipa sem cerol, brincadeira consciente”, com rondas na cidade para averiguar se os jovens estão usando cerol na linha utilizada para empinar a pipa.

A fiscalização se estenderá ao longo do mês de julho nos balneários e bairros da capital, durante a programação do Macapá Verão 2023.

- Advertisement -

Durante as abordagens, se constatado cerol na linhas, o material será apreendido e as pessoas receberão advertências quanto ao uso.

A comandante da Guarda, Joeva Reis, explica que durante as abordagens os guarda buscam conversar com os jovens e até mesmo com os pais sobre os riscos da utilização do cerol.

“Nossa intenção é orientar e principalmente conscientizar os participantes da brincadeira sobre os riscos do cerol, relatando fatos ocorridos e as consequências. A fiscalização ajuda a salvar vidas”, reforça Joeva.

Lei do Cerol
A Lei n° 1.455/05, conhecida como “Lei do Cerol”, proíbe o uso do material cortante em linhas de pipas nos logradouros públicos de Macapá, pois em contato com a pele, pode causar profundos cortes, assim como a linha chilena.

Comentários
Carregando...