Evento apoiado pela Prefeitura de Macapá revela novos talentos da barbearia

Foram dez profissionais que disputaram a uma das três vagas que deu o reconhecimento como um dos melhores da barbearia em 2023

0 124

Foram dez profissionais que disputaram a uma das três vagas que reconhece os melhores da barbearia em 2023. Os 1º, 2º e 3º lugares receberam premiações e troféus.

O público compareceu em massa e deixou ainda mais quente o clima de disputa, com gritaria e agitação, cada um torcendo pelo seu barbeiro preferido. O bom desempenho dos competidores deu trabalho à comissão de jurados, formada por profissionais renomados dentro e fora do Estado.

- Advertisement -

O vencedor do duelo, Jolielson Barros, contou que viu no evento a oportunidade de se destacar na profissão.

“Agradeço a oportunidade de participar desse evento. Aqui ganhei mais experiência, além de ser mais um passo que estou dando para me destacar no meu trabalho. O primeiro lugar me dará mais estímulo para seguir na profissão”, comemorou Jolielson.

Jolielson e seus pais comemorando a vitória de seu primeiro torneio I Foto: Jesiel Braga / PMM

Barbeiro pioneiro

Alex Igreja recebendo o certificado de pioneiro por ser o barbeiro mais antigo na capital

Alex Igreja esbanja simpatia e sorrisos. De engraxate, tornou-se barbeiro durante 38 anos, ofício que aprendeu com o pai. Enquanto engraxava os sapatos dos clientes, ele também aproveitava para observar seu pai trabalhar, assim nasceu o interesse pela profissão.

Além de ser referência para os profissionais da área, ele também recebeu reconhecimento dos organizadores do evento, recebendo o certificado de pioneiro, por ser o barbeiro mais antigo na capital.

“Se deparar com uma barbearia na cidade se tornou cada vez mais comum atualmente. Olhando para esses jovens, lutando para alcançar seus objetivos, me fez lembrar quando também, com muito suor, durante a minha jornada como engraxate, já lutava para ganhar meu espaço na profissão de barbeiro”, lembrou seu Alex.

Alex Igreja relembrou o início da carreira, quando trabalhava para ter um espaço de reconhecimento no ofício como barbeiro I Foto: Jesiel Braga / PMM
Comentários
Carregando...