CRAS Amor promove plantão psicológico sobre o direito à saúde mental

Programação priorizou atendimentos psicológicos e psicossociais às famílias assistidas pelo centro

0 66

Nesta segunda-feira (29), a Prefeitura de Macapá através do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Amor, realizou um plantão psicológico para tratar de assuntos a respeito dos direitos à saúde mental, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O acesso aos cuidados em saúde mental é um direito humano, fundamental de todos os brasileiros, direcionado ao bem-estar, integridade psíquica e ao pleno desenvolvimento intelectual e emocional de todas as pessoas.

Durante o plantão, a psicóloga Karen Goes, ministrou uma roda de conversa e sanou dúvidas dos assistidos. O momento foi regado por trocas de experiências e finalizou com a distribuição de brindes e lanches.

- Advertisement -

Janaina Soares Veiga, 44 anos, participa do centro a pouco tempo e conta sua experiência.

“Estava precisando de uma atividade como essa, pude tirar dúvidas a respeito do tema e conhecer um pouco mais a população do CRAS, saio daqui agradecida e com o sentimento de acolhimento”.

Karen Góes, psicóloga especializada em psicoterapia e psicanálise, explica a importância de poder conversar com a comunidade.

“É muito importante falar sobre os direitos à saúde mental, e poder ajudar a população com trocas de informações especializadas e uma escuta qualificada, não somente neste período do ano, mas que essa estratégia seja constante”.

Suellen Farias, coordenadora do CRAS amor, complementa afirmando que:

“É a segunda vez que oportunizamos está ação, é necessário orientar e acolher nossos usuários para que eles possam ligar com pressões do cotidiano e equilibrar as emoções”.

Confira mais fotos:

Comentários
Carregando...