1ª safra do ano: produção de milho aumenta em Macapá e gera renda para agricultores locais

Primeira safra de milho em 2023 tem alta de 17% em relação ao ano anterior, segundo dados do IBGE

0 109

A Prefeitura de Macapá investe em políticas públicas para fortalecer a agricultura local e garantir renda e estabilidade ao produtor do campo. Um cereal que vem ganhando frente da produção de lavoura é o milho.

A cultura do grão possui uma longa janela de plantio, permitindo aos produtores diversas opções de rotação e sucessão de culturas agrícolas. Além de ser utilizado na alimentação humana, o milho é fundamental para a fabricação de ração animal.

No município, a primeira safra de milho em 2023 apresentou um aumento na produção de 17% em relação ao ano anterior, totalizando 2,7 mil toneladas, segundo estimativas do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

- Advertisement -

Em Santo Antônio da Pedreira, a 45 km da capital, o produtor Carlos Kaczam iniciou a colheita de milho em sua propriedade nesta terça-feira (18), com o acompanhamento de técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura.

O produtor, que cultiva soja, milho e feijão em um espaço de mais de 400 hectares, afirma que a expectativa é alta para este ano e destaca a importância das políticas públicas de licenciamento ambiental da gestão municipal para o aumento da produção agrícola.

“Hoje estou fazendo mais uma colheita graças a política de licenciamento ambiental da Prefeitura de Macapá. Aqui faço a rotatividade do plantio. No mesmo terreno que planto milho, também planto soja. Isso garante um grão de melhor qualidade e diminui a incidência de pragas”, diz Kaczam.

Milho

A cultura do milho possui longa janela de plantio. Vai da segunda quinzena de dezembro, no início das fortes chuvas, até a segunda quinzena de maio, sendo o plantio concentrado em duas épocas: a primeira entre o fim de janeiro e o começo de fevereiro; e a segunda durante o mês de abril.

A variação de épocas de plantio e colheita de milho possibilita que ele entre em antecedência ou em sucessão à cultura da soja, e também possibilita que seja sucedido pela cultura da soja. Isso garante aos produtores muitas opções de rotação e sucessão de culturas agrícolas.

O Secretário Municipal de Agricultura Eduardo Fleury ressalta que o aumento na produção de milho é um reflexo das políticas públicas responsáveis e comprometidas com o fortalecimento econômico da região.

“O milho é um produto agrícola muito versátil e mostra o potencial que temos no município de Macapá para produzir alimentos e fortalecer a economia local. Estamos falando de comida, estamos falando da economia do município”, afirma Fleury.

Confira mais fotos

Comentários
Carregando...