‘Meus dentes voltaram como eram antes, estão até melhores agora’, diz paciente durante entrega de próteses dentárias

Em média são entregues 60 próteses dentárias que devolvem qualidade de vida e autoestima para os pacientes

0 105

O Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Macapá, oferta diversos serviços de saúde bucal, entre eles, o de prótese dentária total, que devolve qualidade de vida e autoestima para os pacientes atendidos. Em média são entregues 60 próteses dentárias entre os mais de 1 mil atendimentos realizados mensalmente no CEO. Nesta segunda-feira (27) mais entregas foram realizadas.

Prótese devolveu o sorrido para Bento | Foto: Renato Costa/Semsa

O comandante de barcos, Bento Barbosa, 51 anos, aproveitou as viagens para trazer os passageiros do distrito do Bailique (onde mora) para Macapá, para realizar as consultas.

“Fiquei mais tímido até para sorrir, com a prótese estou me sentindo bem melhor. Meus dentes voltaram como eram antes, estão até melhores agora”, comemorou.

Para receber a prótese dentária, o paciente precisa primeiro ser atendido numa Unidade Básica de Saúde (UBS) para avaliação, caso o dentista identifique a necessidade, o paciente é encaminhado para agendamento no CEO, que é responsável pelos atendimentos odontológicos de média e alta complexidade na capital.

“Isso tem uma repercussão grande na população, porque reestabelece a função de voltar a ter qualidade na alimentação com a mastigação correta dos alimentos e até mesmo a sorrir. Além de Macapá, sempre incluímos nos nossos atendimentos a população dos distritos e comunidades mais distantes”, disse Fábio Bassani, diretor do CEO.

Durante o atendimento no Centro, é feito o molde, adaptação e ajuste antes da entrega da prótese ao paciente, o que dura em média entre duas a quatro semanas entre a fabricação e entrega. Durante a consulta são repassadas orientações sobre os cuidados com a prótese, que tem vida útil de até 5 anos.

Ivonete sentia dificuldade para comer alguns alimentos | Foto: Renato Costa/Semsa

A dona de casa Ivone Campelo Maciel, 60 anos, moradora da Vila Aparecida, no Distrito do Bailique, ganhou um novo sorriso nesta segunda-feira (27). Ela conta que há 10 anos vinha perdendo os dentes superiores.

“Perdi meus dentes aos poucos, o que me atrapalhava para comer alguns alimentos. Estou até desacostumada em ter os dentes, mas estou muito feliz com o resultado”, contou.

- Advertisement -

Comentários
Carregando...