Espaço Coração Azul: Prefeitura de Macapá inaugura primeiras salas na UBS São Pedro

Espaço é dedicado para investigação e diagnóstico de TEA em crianças e adolescentes de 6 a 18 anos

0 142

Para ampliar a oferta de atendimentos para pessoas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), a Prefeitura de Macapá inaugurou nesta quarta-feira (5), as primeiras duas salas ‘Espaço Coração Azul’, na Unidade Básica de Saúde (UBS) São Pedro, no bairro Beirol, Zona Sul da capital.

A unidade é a primeira a receber o espaço e promoverá a descentralização da oferta de atendimento para emissão de laudos para pessoas com suspeita ou em investigação para TEA e que ainda não possuem diagnóstico fechado.

- Advertisement -

“Nos preocupamos com cada detalhe dessas salas. Quero parabenizar essa equipe que se forma aqui, com a responsabilidade social que cada um tem, meu muito obrigada a todos vocês. É dessa forma que nós vamos caminhar, a política de diagnóstico e avaliação avançando em Macapá”, disse o gestor da capital, Dr. Furlan.

Serão ofertados atendimentos com terapeuta ocupacional, psicólogo, psicopedagogo, fonoaudiólogo e nutricionista que farão a avaliação e emissão de laudos necessários em um ambiente acolhedor e que impacte em menos estresse durante as consultas.

A professora Francilene Vaz, de 39 anos, foi diagnosticada com TEA há 2 anos, após ter os seus dois filhos, Poliana, de 8 anos e o Francisco, de 5 anos, também diagnosticados com o transtorno. Para ela, o diagnóstico precoce tem um grande impacto na vida das pessoas com TEA.

“Se quando eu era criança tivesse uma sala como essa e tivesse recebido o diagnóstico, com certeza eu não teria sofrido tanto preconceito e discriminação. Acho muito importante ter acesso ao diagnóstico que é um direito, é uma garantia que as nossas leis e o SUS estão sendo respeitados”, ressaltou.

As salas estão equipadas com testes em que será possível fazer a avaliação da saúde mental, funções executivas, linguagem, inteligência, memória, maturidade mental, testes de personalidade para o diagnóstico de autismo e de neurodesenvolvimento.

Os protocolos de avaliação psicológica infantil possuem padrão ouro internacional de qualidade, e gera diagnósticos precisos que já são utilizados no Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Capsi) e Centro Especializado em Reabilitação (CER), locais que ofertam atendimento terapêutico para pessoas com TEA.

“O diagnóstico não é rápido ou fácil, para chegar nele você precisa passar por uma equipe multiprofissional porque cada avaliação trata um ponto do diagnóstico. Quando conseguimos o laudo nós acalentamos o coração de uma família, e damos continuidade para eles seguirem a vida com o acompanhamento adequado e o diagnóstico fechado”, ressaltou a secretária municipal de Saúde, Erica Aymoré.

Poderão receber atendimento na sala crianças e adolescentes na faixa-etária de 6 a 18 anos. O agendamento poderá ser feito a partir da segunda-feira (10), de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h no Serviço de Arquivo Médico e Estatística (Same), da UBS São Pedro.

É preciso ter em mãos o encaminhamento para avaliação psicológica para investigação de diagnóstico de autismo ou solicitação de avaliação neuropsicológica de qualquer profissional da saúde, como médico, psicólogo ou enfermeiro, documento de identidade do paciente, cartão do SUS e comprovante de residência.

Os atendimentos serão feitos nos turnos da manhã, tarde e noite, já que a unidade oferta consultas ambulatoriais no turno estendido, das 18h às 22h, para ampliar e facilitar o atendimento para a população que tem dificuldade em acessar as unidades de saúde durante o período diurno.

Comentários
Carregando...