Cães fêmeas são atendidas pelo Castramóvel Itinerante da Prefeitura de Macapá

Os atendimentos continuam até a próxima sexta-feira (26)

0 107

Nesta segunda-feira (22) foi aberto novo público-alvo para o Castramóvel Itinerante da Prefeitura de Macapá. Os tutores levaram cães fêmeas às Unidades Veterinárias de Atendimento, localizadas no Habitacional Macapaba I. Os atendimentos continuam até a próxima sexta-feira (26).

O objetivo da castração é diminuir a superpopulação de animais errantes em situação de rua, diminuir as crias indesejadas, evitar a proliferação de doenças, bem como combater diversos tipos de patologias.

Durante triagem, as equipes de saúde realizam consulta para verificar se o animal possui problemas, como alteração mamária, nódulos, anemias, presença de carrapatos, pulgas, queda de pelo, inflamação nos ouvidos, entre outros. Se visualmente o cão estiver saudável, é feita a coleta de sangue.

“Fazemos a coleta do sangue para avaliar o hemograma. É por essa análise que nós temos os parâmetros do animal e conseguimos observar se ele pode ou não receber uma anestesia e até mesmo se consegue passar no pós-operatório adequado”, explica a médica veterinária, Ingrid Quintela.

As duas Unidades Veterinárias de Atendimento estão equipadas com mesas cirúrgica e para avaliação de consulta, focos cirúrgicos de iluminação, caixas de contenção para animais, aparelhos de hemograma e para limpeza de pinças, armários para armazenamento de materiais, incluindo luvas, agulhas, seringas, álcool, algodão e água oxigenada, além do autoclave, que é uma máquina de esterilização das pinças cirúrgicas.

Tecnologia e modernidade a serviço da comunidade, de maneira gratuita. A barbeira Marcelle Pontes é dona da Pipoca, de dois anos e um mês de idade. A moradora do bairro Novo Horizonte soube do Castramóvel pelo site da Prefeitura.

“Tomei a iniciativa de levar ela, pois o serviço está aberto ao público. O Castramóvel é necessário porque trata da saúde do animal. Não pretendo colocar ela para cruzar e é mais viável fazer a castração pela saúde dela. É um cuidado”, disse.

A moradora do São Lázaro, Nelma Reis, é tutora da Bebel, de oito meses. A microempresária ressaltou a importância do serviço.

“É a segunda cadela que eu levo. Na primeira vez, deu tudo certo. A expectativa é a melhor possível. Levei ela para castrar porque a prioridade é que ela não tenha filhotes. Mas, a finalidade maior é a saúde”.

Cuidados no pós-operatório

Uma vez realizado o procedimento cirúrgico, o responsável deve estar atento para alguns cuidados, como:

  • Repouso do animal de 10 a 14 dias;
  • Seguir os horários dos antibióticos e anti-inflamatórios recomendados pelo médico veterinário, um dia depois da cirurgia. Em alguns casos, o profissional pode indicar o uso de vitaminas para auxiliar na recuperação;
  • Limpeza do ferimento e do ponto com solução fisiológica e Rifocina para conter a entrada para microrganismos;
  • Uso da roupa pós-cirúrgica para evitar esforços que poderiam romper os pontos;
  • Ambiente familiar limpo para evitar que cães e gatos contraiam infecções no pós-operatório;
  • Para cães e gatos machos, é recomendado o uso do colar elizabetano, para controlar o movimento da cabeça e evitar lambedura excessiva e arranque de pontos;
  • Cães machos e fêmeas e gatas tiram pontos de 10 até 14 dias depois da cirurgia, mediante retorno ao Castramóvel.

Os benefícios da castração são: evita o câncer de mama e de útero nas fêmeas; evita o câncer de próstata nos machos, aumenta a longevidade e reduz a agressividade do animal.

Para realização do procedimento, os tutores devem apresentar cópia dos seguintes documentos: comprovante de residência atualizado, documento oficial com foto e comprovante de cadastro no Censo Animal.

Caixas de contenção para animais disponíveis na Unidade 1 de triagem | Foto: Luiz Felype Santos/PMM

Podem ser castrados animais com idade mínima de seis meses até a idade máxima de cinco anos. Pets no cio ou que amamentam não podem passar pela intervenção. Cães e gatos que tomaram a vacina antirrábica são operados um mês depois da aplicação. Os atendimentos ocorrerão de segunda a sexta-feira, a partir das 8h da manhã.

A iniciativa do projeto Castramóvel Itinerante é realizada pela Secretaria Municipal de Vigilância em Saúde (SMVS), por meio da Coordenadoria de Saúde, Proteção e Defesa Animal (Capda). A expectativa da organização é castrar, em três meses, 900 animais. A Clínica Uptech é a empresa responsável pelas cirurgias.

Fotos: Luiz Felype Santos/PMM

- Advertisement -

Comentários
Carregando...