Gilvam perde comando sobre MDB no Amapá.

Após uma longa queda de braço entre a ala mais tradicional do MDB que apoiava Gilvam Borges e os novos movimentos revolucionários do partido que apoiam Acácio, chega ao fim a queda de braço entre os dois.

0 322
A certidão eleitoral emitida no último dia 05/03 confirma o fim do mandato de gilvam como presidente em 01/03.

 

 

Gilvam Borges comandava o MDB a décadas, porém foi sucumbido pelo poder revolucionário de Acácio Favacho, que com maestria coordenou as eleições de 2022 dentro do Partido elegendo dois Deputados Federais e dois Deputados Estaduais.

Acácio agora é quem deve indicar o novo presidente do partido no Amapá.

- Advertisement -

Acácio nas últimas semanas trabalhou para a queda de Gilvam, tendo apoio do próprio com todas as falas errôneas do ex-senador contra a liderança nacional do partido.

Comentários
Carregando...