Davi visita o Norte Conectado: Em três meses os cabos já estarão no leito do rio levando internet de alta velocidade

Senador esteve no balsa que sedia a instalação dos cabos e afirma que a banda larga vai revolucionar o Amapá

0 143

O senador Davi Alcolumbre foi conhecer, nesta sexta-feira (24), a estrutura da balsa que está no Porto de Santana para a implantação de redes de transporte de alta capacidade em fibra óptica pelo leito do Rio Amazonas e seus afluentes. São 770 quilômetros de cabos que vão levar internet banda larga aos rincões do Amapá, começando com a ligação de Macapá aos municípios de Alenquer, Almeirim e Santarém, no Pará. Em no máximo três meses os cabos já estarão nos leitos dos rios e conectados, levando internet banda larga para o Amapá.

O programa Norte Conectado é uma parceria dos ministérios das Comunicações e do MEC (ministério de Educação e Cultura) e recebeu recursos do senador Davi no valor de R$ 6 milhões.

A estratégia escolhida para atingir os objetivos é a implantação de infraestrutura de cabos de
fibra óptica lançados nos leitos dos rios amazônicos (Negro, Solimões, Madeira, Purus, Juruá e Rio Branco), alcançando uma cobertura total de cerca de 10 mil quilômetros, interligando 59 municípios diretamente e atendendo a uma população de cerca de 9,2 milhões de habitantes, 2.200 escolas públicas, 50 UBS’s e hospitais e 1 milhão e 700 mil estudantes.

- Advertisement -

O programa tem o objetivo de expandir a Infraestrutura de comunicações na Região Norte, ampliando o acesso e reduzindo os custos da internet banda larga na região, e conta com o apoio da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A RNP é a executora da Infovia 00, a primeira entre as nove infovias do Norte Conectado, que interligará as cidades: Macapá, Almeirim, Monte Alegre, Alenquer e Santarém.

Isso está sendo possível por meio da implantação de um backbone em fibra óptica que atenda às políticas públicas de telecomunicações, educação, pesquisa, saúde, defesa e do judiciário, e ainda outras políticas públicas que venham a se integrar ao escopo do programa. E atenderá uma demanda reprimida por comunicação, incluindo a ampliação do acesso à internet, a melhoria da segurança e a redundância das redes terrestres existentes na região. Além disso, ampliará a inclusão digital da região, com possibilidade de integração via internet aos países vizinhos que compõem a Pan Amazônia – Peru, Colômbia e Guiana Francesa.

O navio Warnowborg, que atracou no Porto de Santana em setembro, vindo de Alemanha, trouxe os 770 quilômetros de cabos de fibra óptica subfluvial para a implantação da Infovia 00, do Programa Norte Conectado, com extensão de 770 km. Neste mês foi concluído a transbordo dos cabos, um trabalho manual, realizado permanentemente nos 7 dias da semana. Nesse transbordo, o cabo deixou a embarcação vinda da Alemanha e foi transferido para a balsa responsável pelo lançamento do cabo no leito do Rio Amazonas, no trecho entre Macapá e Santarém.

Em outubro começa o lançamento dos cabos. E em três meses os cabos já estarão nos leitos dos rios e conectados, levando internet de banda larga para o Amapá.

Entusiasta do programa, o senador Davi disse que “o Norte Conectado vai revolucionar o Amapá”.

“A gente tá falando da revolução da tecnologia, da possibilidade de fazer a telemedicina na Amazônia, ter um exame realizado em qualquer rincão da nossa Amazônia. Nós estamos falando de um universo de 25 milhões de pessoas que vão se beneficiar com o programa. O Norte Conectado vai revolucionar o Amapá”, afirmou.

Assessoria de Imprensa
Senador Davi Alcolumbre

Comentários
Carregando...